Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
29/03/21 às 13h57 - Atualizado em 29/03/21 às 16h48

Sexta-feira Santa e a tradição de comer peixe

 

Entre as tradições dedicadas às comemorações da Semana Santa, o peixe é indispensável no cardápio do feriado da Sexta-feira Santa. Mas as propriedades nutricionais dos pescados fazem deles uma ótima alternativa de proteína para uma alimentação saudável durante o ano inteiro.

 

Os peixes são considerados importantes fontes de ferro, proteína, vitamina B12, cálcio, fósforo, iodo e cobalto. Além disso, é fonte de ômega 3 e 6, consideradas gorduras que fazem bem ao organismo, atuando nos processos inflamatórios, coagulação do sangue e tem efeito favorável na redução dos triglicerídeos, além de ajudar a prevenir doenças cardiovasculares e neurológicas. É recomendado o consumo de peixe pelo menos duas vezes na semana.

 

Como escolher? Comprar peixes exige muita atenção e cuidado. É necessário observar a cor, cheiro e a textura dos produtos, pois eles estragam facilmente, oferecendo riscos à saúde dos consumidores.

 

O peixe fresco deve ter uma aparência úmida e brilhante, os olhos devem parecer vivos, a guelra deve estar vermelha e as escamas precisam estar intactas, sem manchas, cortes ou furos. A carne deve estar firme.

 

E fiquem atentos: a aparência do peixe congelado deve ser a mesma do peixe fresco.

 

Onde comprar? No Mercado do Peixe, na Ceasa, o consumidor tem uma ótima opção, pois combina peixes frescos, de qualidade, e com bons preços para o consumidor.

 

A variedade de espécies encontradas é grande e o mercado prioriza a comercialização de peixes dos produtores do Distrito Federal e do Entorno – mas também há espécies de outros estados, como o salmão.

 

O espaço fica localizado ao lado do Mercado Orgânico, na Ceasa – Trecho 10 do Setor de Indústrias e Abastecimento (SIA) -, e funciona de segunda a sábado, das 7h às 13h30 – porém estará fechado na Sexta-feira Santa.

 

Origem da tradição – Na Sexta-feira Santa, também conhecida como Sexta-feira da Paixão, Cristo foi condenado, carregou a cruz e foi crucificado. É dia de sacrifícios para os cristãos, em sinal de consternação pela morte de Jesus, e não se deve comer carne vermelha. A abstenção de carne na Sexta-Feira Santa acontece em respeito ao derramamento do sangue de Jesus Cristo durante o seu sacrifício. Também na época, a carne era artigo de luxo, rara à mesa das pessoas mais pobres. O peixe – símbolo profundo na tradição cristã -, por outro lado, era abundante e barato, por isso comum nas refeições dos mais humildes.

 

Mas comer peixe não significa só adotar a simplicidade. À espelho do que fez Jesus, o ato simboliza também uma penitência.

 

No Sábado de Aleluia, os cristãos refletem sobre a morte de Jesus e, no domingo de Páscoa, renovam suas esperanças celebrando a ressurreição de Cristo.

Centrais de Abastecimento do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Sia Trecho 10 Lote 5 - CEP: 71.200-100 Telefone: (61) 3363-1203 | E-mail ceasa@ceasa.df.gov.br