Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
9/09/21 às 10h38 - Atualizado em 9/09/21 às 11h42

Brasília recebe mais uma edição da Expoabra Digital a partir do dia 13 de setembro

 

Brasília recebe mais uma edição da Expoabra Digital a partir do dia 13 de setembro, próxima segunda-feira, no Parque Granja do Torto. Até o dia 18, sob formato misto com atividades virtuais e presenciais, o evento promove a importância econômica e social do setor agropecuário do Distrito Federal, tendo como tema “Conexão, transformação e inovação”.

 

Feiras de produtos orgânicos e não orgânicos da região, debates de temas de interesse do setor agropecuário, palestras técnicas, provas de cavalos, integram a programação, que abriga também a Semana de Orgânicos do Distrito Federal e o Seminário da Rota de Fruticultura.

 

Para assistir às palestras ao vivo é  necessário estar logado. Clique aqui e faça sua inscrição para não perder nenhum momento.

 

Com essas atividades, a organização espera atrair produtores e empresários do agronegócio, entidades públicas e privadas, empresas do segmento rural, formadores de opinião, estudantes da área de ciências agrárias, além do público geral.

 

O parque de exposições é conhecido do público da capital e está pronto para recebê-lo, destaca o presidente do Serviço Social Autônomo Parque Granja do Torto (PGT), que administra o lugar, Eugênio Farias. “O parque se projeta como polo tecnológico e vitrine da agropecuária nacional. Com isso, a Expoabra tem a missão de festejar a qualidade técnica e a importância econômica do setor, e a programação técnica foi pensada sob esse aspecto”, afirma Farias.

 

O Seminário da Rota da Fruticultura, que ocorre na Expoabra no dia 18, mostra que o evento também será palco de ações de fomento. Lançada pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) em junho de 2021, a Rota da Fruticultura da Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno (Ride-DF) prevê investimento de R$ 1 milhão na cadeia produtiva de frutas da Ride, com o objetivo de profissionalizar a produção e gerar empregos, renda e oportunidades para os produtores.

 

Estabelecimentos da região receberam caminhões doados no âmbito do projeto, que ainda prevê a entrega de câmaras frias. No seminário, haverá o encerramento da rota, explica Farias, acrescentando que também será assinado ato de interesse de publicação de emendas voltadas ao desenvolvimento da fruticultura na Ride.

 

Além do PGT, são realizadores da Expoabra a Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural do Distrito Federal (Seagri-DF); a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (Emater-DF); a Centrais de Abastecimento do Distrito Federal (Ceasa-DF); a Federação da Agricultura e Pecuária do Distrito Federal (Fape-DF), e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar).

 

A Semana de Orgânicos é outro ponto alto da Expoabra, de grande interesse para o público geral. Brasília constitui-se num dos maiores mercados consumidores de orgânicos do País. Além de poder comprar esses alimentos no evento, quem visitar o parque poderá ter mais informações sobre a produção. A abertura da semana ocorrerá no dia 14, às 14 horas. A partir do dia 14, até o dia 18, haverá feira de orgânicos.

 

Em 2020, foi registrado um público de 18 mil pessoas conectado ao site do evento, que foi integralmente virtual. A expectativa para esse ano é de um aumento de 30% nesses acessos.

 

Retomada

 

Presidente da Fape, Fernando Ribeiro explica que a Expoabra marca a retomada dos eventos presenciais rurais, embora venha ainda num formato misto, com atividades digitais. Ele destaca a diversidade da programação como um dos pontos altos da feira, pensada para levar conhecimento ao público. “O formato que pensamos tem como objetivo propiciar máxima participação do público, remota ou presencialmente”, afirma.

 

Ele detalha ainda a participação dos sindicatos que participam do sistema Fape/Senar, que levarão à feira um panorama de cada setor, em palestras técnicas. “Teremos representantes do turismo, bovinocultura leiteira, equídeos, apicultura, orgânicos, avicultura, piscicultura. O sindicato rural, por exemplo, vai trazer o projeto do plantio da canola na safrinha. Existe um projeto conjunto para fazer os primeiros experimentos, introduzindo a canola como mais uma opção para esse período.”

 

A Seagri-DF destaca a relevância da Expoabra Digital e espera a participação de um grande número de pessoas acompanhando todos os temas voltados para o agronegócio, nas apresentações, palestras e eventos. “Convido todos a participarem e acessarem o site da feira para acompanhar as palestras e discussões pelo fortalecimento do setor e do Parque Granja do Torto”, afirma o secretário de Agricultura, Candido Teles.

 

Para a presidente da Emater-DF, Denise Fonseca, a Expoabra é uma oportunidade de falar e demonstrar questões tecnológicas interessantes e que servem como incentivo para o agricultor local. “É uma fonte de aprendizado e inspiração para o pequeno produtor, além de oportunidade de negócio. Não temos dúvidas de que os produtores serão os maiores beneficiados”, disse.

 

Referência na execução da política de abastecimento, a Ceasa-DF não poderia ficar de fora da Expoabra, pontuou o presidente, Sebastião Márcio. Ele enfatizou que a empresa não parou durante a pandemia de Covid-19, garantindo o regular abastecimento de alimentos para a população do Distrito Federal e Entorno. “Paralelamente, a Ceasa leva muito a sério a questão da sustentabilidade, tanto que mantém um forte programa de gestão de resíduos sólidos. Esses dois aspectos Ceasa-DF serão, inclusive, temas de debate na Expoabra.”

 

A Associação de Produtores de Flores e Plantas Ornamentais do Distrito Federal (Central Flores), que funciona dentro da Ceasa-DF, também participa do evento, apresentando uma grande variedade de flores, plantas ornamentais, ervas aromáticas produzidas no DF, além de acessórios para a decoração de ambientes, empresas e eventos.

 

Eventos equestres

 

A pecuária tem grande presença na Granja do Torto e eventos do setor não poderiam estar ausentes da programação da Expoabra. As provas de cavalos, que começaram no dia 7 de setembro, ocorrem também nos dias 16, 17, 18 e 19 (veja os horários na programação anexa). A expectativa é a de mais de 500 animais participem das competições. O acesso do público, no entanto, será limitado a 30% da capacidade de cada aparelho, em razão dos cuidados impostos pela pandemia.

Centrais de Abastecimento do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Sia Trecho 10 Lote 5 - CEP: 71.200-100 Telefone: (61) 3363-1203 | E-mail ceasa@ceasa.df.gov.br