Governo do Distrito Federal
17/10/22 às 10h46 - Atualizado em 17/10/22 às 10h46

Pequeno produtor tem espaço exclusivo na Ceasa

COMPARTILHAR

 

A agricultura é o que sustenta a família de Francisco Adair dos Santos. Conhecido como Chico das Abóboras, o homem de 76 anos conta com a ajuda da esposa para produzir jerimum, sua especialidade. A produção da semana é vendida pelo próprio casal, todos os sábados, no Mercado da Agricultura Familiar (MAF) da Central de Abastecimento do Distrito Federal (Ceasa-DF).

 

“A gente consome parte da colheita, e o que sobra é vendido no MAF. Nossa sobrevivência depende quase toda da feira para agricultores familiares do Ceasa”, garante Chico. “Nossa produção é artesanal, e aqui encontramos uma clientela que busca produtos vindos diretamente da roça, com qualidade.”

 

O MAF funciona aos sábados, das 5h às 12h, perto da Portaria 2 da Ceasa-DF. Frutas, verduras, legumes, produtos típicos do cerrado, algumas variedades de proteína animal, tudo ali é fornecido por cerca de 20 organizações locais. Ao todo, são 60 bancas divididas em quatro setores – orgânicos, agroindustriais, plantas ornamentais e agroecológicos.

 

 

“É possível comprar alimentos bem específicos no MAF, difíceis de serem encontrados em qualquer lugar”, comenta Fernando Cabral, diretor técnico operacional da Ceasa-DF. “Por aqui sempre tem farinha de baru, murici, ora-pro-nóbis. Nosso público busca produtos mais saudáveis.”

 

Só pode comercializar no MAF quem está cadastrado no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). “Para que seja enquadrado como pequeno produtor, é preciso seguir todo um regramento que limita área de produção, faturamento e número de funcionários”, explica Fernando.

 

Além disso, o agricultor precisa ser filiado a alguma associação ou cooperativa. “Trabalhar com essas entidades otimiza o uso do nosso espaço e melhora o mix de produtos oferecido ao público”, aponta Fernando. “Caso o produtor não faça parte de nenhum grupo, a gente localiza a associação mais próxima dele para que seja feita a filiação”.

 

A organização interessada em participar do MAF deve apresentar documentos como declaração de produção, estatuto social e cadastro no Pronaf, entre outros, na Gerência Operacional do Ceasa, de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h. Para conhecer toda a documentação necessária, basta ligar para o número (61) 3363-1203.

 

 

 

Centrais de Abastecimento do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Sia Trecho 10 Lote 5 - CEP: 71.200-100 Telefone: (61) 3363-1203 | E-mail ceasa@ceasa.df.gov.br